31 de dezembro de 2012

Feliz 2013.


Feliz 2013.

Desejo muitas alegrias, saúde e paz para todos.
Deus nos abençoe neste ano que esta nascendo
Seja muito feliz.
Paz e Bem.
Beijo da nuvem (sumida) (risos).
Amo vocês.


10 de maio de 2012

Depressão e Bipolaridade. (Crônica).



Há oito anos a minha filha precisou  sofrer  uma cirurgia bariátrica, e uma gravidez antes de completar dois anos de resguardo cirúrgico seria de alto-risco, e  foi o que aconteceu com ela. Ficou grávida  três meses  depois, e em  todas as consultas de pré-natal o obstetra sugeria o aborto, porque o organismo dela só absorvia quarenta por cento dos nutrientes necessários para ela, e gerar um bebe nestas condições era colocar a vida de ambos em risco. Mas ela se negou a abortar e durante o pré-natal a equipe médica se preparou para realizar o parto cesáreo no dia marcado  com todo equipamento necessário para a chegada do bebê, (Maria Vitória), no hospital, mas não foi assim que aconteceu. No dia quinze de março do ano dois mil e cinco a minha filha sofreu um rompimento de placenta foi levada para o Hospital da Beneficência Portuguesa, (era o mais próximo do seu local da trabalho) Ela nasceu com o peso de dois quilos novecentos e sessenta gramas, milagrosamente,  não precisou  usar nenhum aparelho e nem incubadora,  tudo estava bem com ela graças a Deus,  mas a minha filha ficou muito mal, precisou receber sangue, (muito sangue) e por mais de vinte e quatro horas ficou sob observação médica. Graças a Deus, mais uma vez e sempre, deu tudo certo e elas voltaram para casa.
A minha filha sentia depressão pós-parto, e depois de alguns dias de depressão, síndrome do pânico.  Ela era evangélica (não por isso) ela decidiu entregar nas mãos de Deus e não foi ao médico para cuidar desses sintomas, dias passava bem e outros muito mal, após um ano, decidiu se demitir do trabalho onde gerenciava a empresa desde os dezesseis anos, (ela tinha vinte e oito anos ) e foi então que ela piorou muito.
Aquela mulher forte, determinada, atuante, comunicativa, e extremamente alegre, tornou-se apática, triste, insegura e doente, sentia fortes dores de cabeça, muita depressão, e não conseguíamos que ela fosse ao médico, estava tudo nas mãos de Deus. Ela continuou com as atividades que exercia na Congregação, viajava para a cidade de Paraty duas vezes por mês e  ensinava música para os irmãos da mesma fé. Eles (meu ex-genro e ela) compraram uma casa na cidade para facilitar a permanência deles,  ali,  durante os dias de missão.  Na casa tinha uma moldura com uma foto da imagem de Jesus, e uma irmã da congregação falou para ela que naquele quadro  tinha um espírito e que ele precisava ser queimado. Ela retirou a foto e na mesma moldura colocou uma foto da Maria e deu para mim de presente (eu amei).
O tempo foi passando, a dor de cabeça não passou, nem a depressão e nem o medo de coisas que ela não sabia explicar. Mas,  ela dirigia o carro dela, como sempre dirigiu, até hoje, muito bem, cursava a faculdade, ensinava música na APAE da cidade de Ferraz de Vasconcelos, era apoio da Pastoral da Criança, e uma exímia mãe de família, até que no dia dois de fevereiro de dois mil e dez ela teve uma crise, um surto psicótico, (na época não sabíamos o que era) **(ficou três dias e noites sem dormir, mandou o marido embora,  ela sentia ciúmes dele, disse que não seria mais crente, que estava apaixonada por outro, (não sabemos se é verdade, aliás, não sabemos da sua verdade), quis por fogo no quadro,  não se alimentava, chorava muito e  parecia ausente)** Foi internada e ficou por onze dias no hospital. Teve alta com o diagnóstico de *Distúrbio Emocional e Afetivo* Durante os  dois meses seguintes mandou o marido embora nove vezes e noves pediu que ele voltasse. No último encontro ele disse que não voltaria mais se ela não fosse embora com ele. (Ele tinha sido transferido para o Sul) Ela não foi e ele não voltou mais. Ela voltou para o antigo trabalho exercendo a mesma função, graças a  Deus.  Depois de dois meses de separação  ela conheceu um rapaz e quis casar-se novamente, após o divórcio, casou-se, mas  não continuou com o tratamento médico,  depois de onze meses de casada sofreu outra crise, mandou o marido embora, voltou ao tratamento e grupo de terapia médica, foi diagnosticada Bipolar, esta trabalhando e se cuidando. Não sabemos como será o dia amanhã, ninguém sabe.
A minha intenção com esta crônica??? ... É fazê-lo (a) entender que não deve subestimar  a depressão, não despreze a medicina por causa da sua Muita Fé. Deus está com os médicos também. Tome o remédio que foi prescrito, se não,  você terá recaída e é pior do que a primeira manifestação da doença. Ter  um desequilíbrio  mental  não é ser  louco, não aceite a negação da sua doença, aceite a sua realidade, enfrente o problema e se cuida, continue orando, rezando, não permita que as coisas daqui da terra  tire a certeza  das coisas que estão  no céu. Ele nos espera.  Você ficará bem, quem ama você não deixará de amá-lo por isso e se deixar é porque não te merece. Cuide-se. Confie no médico e abre o seu coração para ele Deus estará te ouvindo...
Pesquise na internet os assuntos relacionados a sua doença, vá ao médico, se cuida e seja muito feliz! Não menospreze o sintoma de depressão!


Imagem Google.

7 de maio de 2012

Mensagem para fortalecer a tua bondade.

Mensagem A lenda do Monge e do Escorpião

Monge e discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correu pela margem do rio, meteu-se na água e tomou o bichinho na mão. Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e, devido à dor, o homem deixou-o cair novamente no rio. Foi então a margem tomou um ramo de árvore, adiantou-se outra vez a correr pela margem, entrou no rio, colheu o escorpião e o salvou. Voltou o monge e juntou-se aos discípulos na estrada. Eles haviam assistido à cena e o receberam perplexos e penalizados.

"Mestre, deve estar doendo muito! Porque foi salvar esse bicho ruim e venenoso? Que se afogasse! Seria um a menos! Veja como ele respondeu à sua ajuda! Picou a mão que o salvara! Não merecia sua compaixão!"

O monge ouviu tranquilamente os comentários e respondeu:

"Ele agiu conforme sua natureza, e eu de acordo com a minha."


(Internet)
Vivemos o resultado das nossas escolhas.
Nunca é tarde para recomeçar.

Imagens Google.

5 de maio de 2012

Seminário - Sociologia da educação




A pobreza é o atual algoz dos direitos a educação, mundialmente falando, não mais a raça, cor, religião, opção sexual, os pobres são os excluídos, até mesmo os branquinhos de olhos azuis, nas comunidades carentes os reconhecemos irmanados nas mesmas desigualdades sociais.  A educação não passa mais pelos bons exemplos dos pais, da família, do berço,  brancos, pardos, negros, tanto faz, um diploma de faculdade não caracteriza “educação” e sim “conhecimento” á poucos dias assistimos uma reportagem onde um doutor desacatou uma funcionária pública por não deixa-lo furar a fila de compras de ingressos. Os futuros doutores (médicos) que conseguiram concluir a faculdade através das cotas, certamente,  sofrerão discriminação, (imagine a cena, “doutor será que o senhor saberá tratar do meu filho mesmo? O senhor só é doutor por causa das cotas para os negros”) Foi aprovada esta lei, mas quem viver verá se isso não é uma máscara, uma falsa garantia de direitos iguais, precisamos de educação e uma severa punição para os preconceituosos, sempre acaba tudo bem para eles, tudo em Pizza... O que precisamos é de uma nova organização no ensino médio, ter boas notas é a passagem automática para a faculdade. Gasta-se tanto com tão pouco, construam-se faculdades em todos os bairros, e faça-se realmente um mundo onde a educação seja prioritária e o dinheiro do povo seja para ele e o respeito o princípio básico para todas as crianças. “Ensine o bom caminho para a criança e quando adulto ela dificilmente se afastará dele” (Bíblia) E vamos acabar com tanto BLÁ, BLÁ, BLÁ...


"Se fosse possível que estes vultos históricos retornassem das tumbas e presenciassem apenas um aluno maltratando os professores, certamente, eles desejariam voltar ao túmulo"! 

1 de maio de 2012

Homenagem ao Amigo Cácá.

Gândavos: Lá não tem mar - Autor: Marcio Jr: Minas Gerais não tem mar. Ao menos, não aquele de água salgada e com uma faixa de areia, que maravilhosamente contorna esse nosso Brasil do norte ao sul. Mas lá em Minas tem um mar de gente batalhadora, honesta e hospitaleira. Lá, tem um mar de riquezas inenarráveis nas artes, independente qual seja essa arte. Lá tem um mar de povo amigo, que recebe seus visitantes com pão de queijo e café quentinho. Lá em Minas, além desse mar todo que falei acima, tem o José Cláudio, ou simplesmente Cacá para quem o conhece a mais tempo.


Você não sabe quem é o Cacá? Bom, segundo palavras dele mesmo:



Ando devagar                             
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais      
Hoje me sinto mais forte,   
Mais feliz, quem sabe
Eu só levo a certeza
De que muito pouco sei,
Ou nada sei”
José Cláudio – Cacá  



Ainda não se antenou sobre quem é o Cacá? Vou pedir ajuda para duas blogueiras e amigas que guardo no coração para me ajudar a defini-lo:


“Para mim ele (Cacá) é uma pessoa que trata a literatura com afagos fortes e bonitos, e isso me encantou ainda mais, além da simplicidade que ele esbanja.
O tempo, esse que chega sempre e nos faz esquecer uma tristeza forte, corre veloz e nos presenteia com pessoas assim sinceras, corretas e sem papas na língua pela verdade.
Cozinheiro de plantão na essência, a sinceridade que há em ti (Cacá) são hierarquias fortes.
Ser intelectual é isso, ser simples, sábio e prudente, e empregar a cautela, a cultura em prol de algo que valha a pena lutar.”
Fernanda / Blog Aleatoriamente


“O Zé é um inominável talento literário por inúmeras razões: é um leitor voraz e muito atento; um grande pensador com referências morais e éticas de coerência ímpar; um cronista que retira do cotidiano detalhes ínfimos que passariam despercebidas aos menos atentos, mas que em sua visão, transforma a nossa; um poeta fenomenal, embora insista em não expor muito este lado, além de contar com um senso de humor apuradíssimo. A figura humana? Esta é a parte mais interessante, é fantástico. Um pessoa agradável, gentil, amigo e extremamente generoso. Tímido, sabia?”
Celêdian Assis / Blog Sutilezas da Alma e Mente


Preciso dizer mais? Sim, preciso dizer.


Cacá é um ser único. Um homem com H maiúsculo e que habita este planeta com uma missão nobre. Ser amigo, companheiro e um descobridor de talentos fora do comum. Mesmo que ele esteja um tanto afastado da web nesses últimos tempos, suas crônicas e ensaios estão atualíssimos, e dão norte para muitos autores que ele mesmo fez emergir. E eu me considero um deles. Se hoje sou um “escrevinhador” de minhas mal traçadas linhas, muito disso devo ao Cacá e aos seus comentários e críticas sempre pontuais e zelosos aos meus contos e crônicas.


Quantas vezes, ainda no Recanto das Letras, eu aguardava o comentário do Cacá aos meus textos, para que assim pudesse ter parâmetros para o que ainda pensava em escrever. O que sentia, quando ele comentava, era algo como se fosse um aval para poder continuar. Outros nomes como Daniel Monge (nosso querido André), Celêdian, Chica, Ana Marly, LenaPena, entre outros, também compunham essa casta fantástica que me comentava e criticava, mas o Cacá sempre foi especial.


Lembro que em algumas madrugadas, ao abrir minha caixa de e-mail, lá estava uma mensagem do Cacá, indicando um ou outro novo talento que ele “adotava”. Sim, o Cacá adota autores. Ele adota e orienta, e tolo daquele que tem esse moço ao seu lado e não sabe (ou não quer) se beneficiar do zelo que ele tem com os novatos. Outra coisa que me faz tirar o chapéu a este mineiro de coração enorme, é o fato dele sempre estar disposto a receber os talentos que lhe são indicados. Lembro de ter passado, pelo menos, dois nomes a ele, e sempre que eu passava pelo blog dessas pessoas, lá estava o Cacá com seus comentários e incentivos.


Cacá, meu querido amigo e companheiro desse tempo todo que nos conhecemos. A web está meio chata sem você. Sei do trabalho que dá o lançamento de um livro, e sei também das demais circunstâncias que te envolvem, mas cá pra nós... volta logo, meu amigo. Vamos pensar a web como uma cozinha. Sem o cozinheiro, até nos alimentamos, mas os bons pratos, esses estão a espera do mestre para saírem do forno.


Meu grande abraço, Cacá.


Marcio Jr - Curitiba/PR


http://abismodasvaidades.blogspot.com.br/


***   ***   ***






Quer conhecer mais sobre o Cacá, ou ver o que outros blogueiros estão falando sobre ele? Dá uma passadinha nestes blogs:


Anne Lieri


http://recantodosautores.blogspot.com.br/2011/08/recanto-entrevista-caca.html#more


http://menina-voadora.blogspot.com.br/2012/04/acolhimento.html


Otília Lins


http://demaipramai.blogspot.com.br/2012/04/jeito-mineiro.html


Chica


http://sementesdiarias.blogspot.com.br/2012/04/procura-sers.html


Neno


http://cantinhodoneno.blogspot.com.br/2012/04/para-o-caca.html


Fernanda


http://palavrasseencaixam.blogspot.com.br/2012/04/admiracao.html


Majoli


http://majoli-rabiscosdaalma.blogspot.com.br/2012/04/homenagem-ao-caca.html


Toninho Bira


http://mineirinho-passaredo.blogspot.com.br/2012/04/mundo-virtualhomenagem-caca.html


Sam


http://samarabassi.blogspot.com.br/2012/04/ele-e-do-mundo-ele-e-de-minas-gerais.html


Celêdian


http://sutilezasdaalmaemente.blogspot.com.br/2012/04/tributo-ao-amigo-jose-claudio-caca.html


Leninha


http://tudoaver-leninha.blogspot.com.br/2012/04/vestigios-de-um-domingo-de-abril.html


Zélia


http://sentimentoszeliafreire.blogspot.com.br/








Marcio Jr - Curitiba/PR
http://abismodasvaidades.blogspot.com.br/













16 de abril de 2012

5 de abril de 2012

Canção Nova... Vem eu mostrarei



O mais sublime dom... Crer!A mais bela prece... Solidariedade.
Seja feliz e faça o teu próximo feliz!

Oração.

      Jesus o Pão da Vida.



Oremos, irmãos, a Jesus Cristo, pão da vida, dizendo alegremente:


Bem-aventurado quem comer o pão no vosso reino, Senhor.


Cristo, sacerdote da nova e eterna aliança, que no altar da cruz oferecestes ao Pai um sacrifício perfeito,
— ensinai-nos a oferecer convosco este santo sacrifício.


Cristo, rei de paz e justiça, que consagrastes o pão e o vinho como sinal da vossa oblação,
— associai-nos ao vosso sacrifício, como oferenda agradável a Deus Pai.


Cristo, verdadeiro adorador do Pai, que desde o nascente ao poente sois oferecido pela Igreja como oblação pura,
— juntai na unidade do vosso Corpo os que saciais com o mesmo pão.


Cristo, maná descido do Céu, que alimentais a Igreja com o vosso Corpo e Sangue,
— fazei que caminhemos sempre fortalecidos por este pão.


Cristo, hóspede invisível do nosso banquete, que estais à porta e nos chamais,
— entrai em nossa casa, para cear conosco e permanecer no meio de nós para sempre.


Amém.




Maria... A primeira Cristã.
Salve Imaculada.


Oração extraída do livro de orações dos ministros.



24 de março de 2012

Como fazer ovos de Páscoa.




Como fazer ovos de Páscoa.

Ingredientes

- 250 gramas de chocolate meio amargo 

- 250 gramas de chocolate ao leite

- forma para ovos de páscoa de 500 gramas

Modo de fazer

Com faca afiada rale o chocolate coloque na tigela de vidro e leve ao microondas por trinta e cinco segundos, mexa, se for preciso coloque mais trinta segundos. Vai olhando para não deixar que empelote.  Mexa bem para derreter totalmente e bata até que o chocolate fique brilhante.

Passe as mãos  na água gelada antes de começar a fazer os ovos, coloque o chocolate derretido na forma e pincele até cobri-la (segure pela borda da forma para não ficar difícil para desenformar). Deposite os ovos de cabeça para baixo em uma assadeira forrada com papel manteiga  e deixe na geladeira por cinco minutos.
Retire da geladeira e faça outra camada de chocolate (pode ser chocolate branco) volte a forma na geladeira e depois que a forma estiver esbranquiçada desenforme, após dez minutos embrulhe com papel de sua preferência. Capriche!   

Boa Páscoa seja muito feliz!



Imagens do Google.

25 de fevereiro de 2012

Imagens das sereias da Pastoral da Criança.


Nós somos voluntárias, trabalhamos, mas nos confraternizamos, passeamos e somos felizes nos alegrando no período de férias. Passamos alguns dias na Praia de Indaiá- Bertioga.
Para lembrar destes momentos de muita alegria. 


 Marli o meu amor-amigo.
 D. Lourdes de blusa azul entrou pela primeira vez no mar.
 Nós batizamos ela que ria muito... Inesquecível.
 Amélia de blusa amarela.
 Alaíde de bocona aberta. (risos)

 Sobrinhas da Marli.


 Maria

















 Alaíde plantando bananeira.








 Eu, na farra.



































 A comilança.


 Baião de dois... Preparado pela D.Lourdes. Hum... Delícia. (com Pequi)
Temos mais de quatrocentas fotos para postar do passeio na praça, pulando corda, tomando Açaí,  comendo no quiosque, voltando pra casa, das serras com neblina e muito mais. Dias inesquecíveis. Quem tem amigos conversa sempre com Deus. 
Obrigada por ter vindo passear no Blogger da Danee.
Gostamos muito de você. Seja feliz! Volte sempre.

Minhas imagens. 12/01/2012.